Endodontia

Endodontia

Endodontia é a especialidade responsável pelo estudo da polpa dentária (tecido conjuntivo especializado, localizado no interior do dente que apresenta artérias, veias, nervos, células de defesa e células diferenciadas) de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais, bem como das doenças que os afligem.

Quando há uma inflamação (processo biológico de resposta a estímulos agressores, que busca a eliminação destes e o reparo das estruturas) na polpa, o paciente sente uma dor aguda devido à compressão do tecido nervoso causada pelo edema (inchaço) e pela característica não elástica do tecido circunvizinho. Deste modo as alterações vasculares, principalmente a hiperemia e edema, causam uma dificuldade na oxigenação do tecido pulpar principalmente por dificultar o retorno venoso levando à morte do tecido pulpar. Com a progressão da reação inflamatória e alteração pulpar, a lesão que era essencialmente dentária passa também à região periapical (ao redor da raiz) se estendendo ao tecido ósseo.

O tratamento endodôntico, também conhecido como tratamento de canal, é indicado em casos de alterações pulpares irrevervíveis ocasionados por cárie, fraturas dentárias, traumatismo dentário, lesões endo-periodontais e/ou periapicais, necessidades protéticas ou outras patologias endodônticas. Uma avaliação apropriada, com testes específicos e exame radiográdico, deve ser realizada para um correto diagnóstico e, quando indicado, visa a preservação do elemento dentário na cavidade bucal e a saúde dos tecidos que o envolvem.

Esse tratamento é realizado através de variadas manobras técnicas que visam restabelecer a normalidade dos tecidos dentais mantendo a estrutura saudável sem a presença de inflamação ou infecção. Em caso de insucesso e após o reconhecimento da causa do mesmo, o retratamento endodôntico é indicado a fim de se preservar ao máximo o elemento dentário, mas a complexidade da anatomia interna dental torna este procedimento ainda mais trabalhoso.

A endodontia tem sido marcada pela incessante busca por novos avanços tecnológicos. Alguns equipamentos como Microscópio, Localizador Apical, Instrumentação Rotatória e o Sistema Radiológico Digital, auxiliam o profissional em casos de maior complexidade aumentando o índice de sucessos.